Entrevista com Isabel Allende

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Ler faz bemNesta interessante entrevista com Isabel Allende, ela comenta seu último livro: “O amante japonês”, mais uma de suas obras que se caracteriza pela sensibilidade, pela fantasia e pelos segredos da alma.

Ao refletir sobre a tarefa do tradutor em relação aos personagens e as situações, descritas por ela de forma tão delicada e profunda, é importante a riqueza de linguagem que transfere e/ou agrega significado, sem perder a intenção do autor.

O tradutor como “portador do discurso do outro” (Eco, 1979) mergulha no assunto com o autor e ao mesmo tempo com o destinatário, o leitor (cultura meta), a quem é dirigido o seu trabalho.

https://www.facebook.com/mariaines.gonzalezlozano/posts/909794585746666

María Inés González Lozano

Tradutora e Intérprete

mineslozano@hotmail.com

1 comentário


  1. You’re so interesting! I don’t believe I’ve read
    anything like this before. So good to discover somebody with unique
    thoughts on this topic. Seriously.. thanks for starting this up.
    This site is one thing that’s needed on the internet, someone with a little originality!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *