Como irritar um intérprete

Tempo de leitura: 2 minutos

Como irritar um intérprete de conferencia (e/ou comprometer a qualidade de um evento com tradução simultânea)

É sempre bom ter cuidado e se atentar a essas observações.

como irritar um intérprete

O primeiro tópico que vamos abordar aqui é:

Organização

Não envie nenhum material da apresentação com antecedência aos intérpretes.

Deixe – os adivinhar os termos técnicos que serão usados.

– Entregue o material de apoio cinco minutos antes do início do evento. Todos os intérpretes tem mestrado em leitura dinâmica.

– Nunca providencie água na cabine para os intérpretes beberem. São camelos!

– Informe apenas o tema da apresentação. “Engenharia” ou “Medicina” , por exemplo.

– Nunca convide os intérpretes para almoçar. Afinal de contas, já foram gastos milhares de reais no evento. Pagar a refeição pode “estourar” o orçamento!

Equipe Técnica

Instale a cabine de tradução próxima a uma parede ou a um pilar que impeça a abertura da porta completa da porta, ou coloque todo o equipamento no caminho até a porta.

Interpretes adoram fazer malabarismo para entrar e sair da cabine.

– Durante o evento, curta o Facebook, filme e/ou celular. Vocês nunca serão necessários.

– Deixe o público fazer perguntas sem microfone. Intérpretes tem audição biônica.

-Instale na cabine um microfone de mão que “dê choque”.

– Instale na cabine um ventilador barulhento. Com ele ligado, não se escuta. Desligado vira um inferno!

Palestrante

– Fale rápido como se estivesse narrando uma corrida de cavalos ou um leilão. Os intérpretes que se virem!

– Tussa e limpe a garganta no microfone. Para acordar os intérpretes e use bastante gíria e jargões e conte piadas.

– Durante o “coffee break”, peça aos intérpretes para traduzir aquelas perguntas que “serão respondidas no intervalo”.

Público

Quando fizer uma pergunta ao palestrante, não se preocupe se você fala o idioma dele “mais ou menos”, é a sua chance de praticar! Intérpretes sabem dois ou mais idiomas, inclusive eles misturados e com erros gramaticais!

– Se não tiver onde sentar ou se quiser “esticar as pernas”, fique na frente da cabine de tradução. Os intérpretes só escutam e falam. Não precisam enxergar!

– Se o seu receptor não estiver funcionando, peça a um dos intérpretes para consertar.

É a função desse!

– Pergunte aos intérpretes: “Como vocês conseguem fazer isso?”

Como irritar um intérprete!

Autor: Roman Roskowinski
Intérprete, tradutor e autor

(12) 99712-6570 – romancr@uol.com.br.

Meg Batalha

Visite o Site do Catálogo e conheça nossa equipe. Clique aqui!

55 11 99582 5899

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *