8 termos em inglês usados pelos internautas!

Tempo de leitura: 3 minutos

Intérpretes e tradutores” devem estar sempre atualizados!

Eventos de tecnologia da informação são muito frequentes no mercado de interpretação simultânea, é raro intérpretes que nunca tenham atuado nessa área. Parece simples, pois somos muito conectados e usamos a internet para nos mantermos atualizados, no entanto podemos ser pegos de surpresa, pois como esse é um segmento dinâmico a cada dia aparecem palavrinhas que na cabine podem causar um grande estrago em nosso desempenho.

Adorei esse artigo da Rose Souza, e como nós do Catálogo Premium de Intérpretes e Tradutores gostamos de tecnologia e de interpretação seguem oito novas palavrinhas para o glossário de quem atua na área de TI.

Meg Batalha

Redes sociais
Intérpretes e tradutores – sempre conectados

É interessante ver o quanto mudamos nossos hábitos com a popularização da internet e dos smartphones.   E como língua é parte da cultura de um povo, cada vez mais precisamos inventar palavras para designar coisas e ações que não existiam há bem pouco tempo.

Hoje vamos ver oito dessas novas palavras.

1. E-quaintance
Usamos acquaintance  para designar alguém que você conhece, mas que não é exatamente seu amigo.   Se você só o conhece no ambiente virtual, ele é seu  E-quaintance . Aliás, já é comum falarmos de E-meeting, E-introductions etc.

2. Hacktivist
Hacker e activist já são bem comuns. O hacktivist é aquela pessoa que manipula informações na internet, muitas vezes ilegalmente, para promover, impedir ou direcionar mudanças sociais, políticas, econômicas, ambientais etc.  Um hacker com causa.

3. Wiki
Páginas da web que permitam vários usuários contribuir com conteúdo.  A  Wikipedia é a mais famosa, mas você já ouviu falar de Wikileaks também  (to leak = vazar) . O Wikileaks é uma ONG internacional que publica informações secretas, vazadas por pessoas anônimas, que querem divulgar ações ilegais, em sua maioria.

4. E-cruitment
Pouca gente ainda envia CV por email. Os sites de emprego e de empresas pedem para o candidato preencher seus dados e realizar testes em plataformas de recrutamento e seleção, facilitando boa parte do processo.  Ler centenas de e-mails para encontrar aquele profissional que tenha morado na Venezuela consumia muito tempo.  Com uma busca rápida, hoje é possível localizar qualquer informação de um candidato, o que é ótimo para ele também.  O www.profcerto.com.br é de graça para professores de idiomas e facilita esta busca para as escolas de idiomas. Pronto, falei, fim do merchandising!

5. E-stalker
O verbo em inglês  “to stalk” é perseguir alguém permanentemente, sem ser notado. Hoje temos nossa versão para o português: “estalquear”.  E, em inglês, já surge o E-stalk, que é a forma mais comum de fazer isso hoje, buscando informações sobre a pessoa na internet.

Informações acessiveis a todos
Informações acessiveis a todos

6. Bashtag
Você já usou uma bashtag para reclamar? Se não usou, certamente já leu um desabafo de um amigo, citando uma empresa com uma hashtag. Ou usou em queixas do tipo:  “Fui ao evento”   #chato #odeiofazerisso. Muito cuidado com estas!

7. Nonliners
Sabe aquelas pessoas que nunca, ou muito raramente, usam a internet, porque não têm acesso? Pessoas que não têm condições financeiras ou vivem em regiões não atendidas por programas de inclusão digital. Sim, elas existem. E são chamadas de nonliners.

8. Netiquette
Temos de ter muita netiquette.   Ainda estamos aprendendo a identificar regras de comportamento para o mundo virtual.  As leis ajudam, e mais ainda a certeza de que gentileza e afeto, mesmo quando discordamos, são bem-vindos em qualquer lugar do mundo, físico ou virtual.

http://www.urbandictionary.com
http://www.wordreference.com/definition

Artigo escrito por Rose Souza, sócia-diretora da Companhia de Idiomas. Editado por Rose Souza. Publicado na coluna semanal da Companhia de Idiomas na Exame.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *