CATÁLOGO PREMIUM DE INTÉRPRETES E TRADUTORES


Perguntas Frequentes

Veja abaixo algumas dúvidas recorrentes de nossos clientes, tomadores de serviços de interpretação e tradução, para lhe auxiliar na contratação de nossos profissionais do Catálogo.

INTERPRETAÇÃO

Por que são necessários dois intérpretes para trabalhos de mais de uma hora de duração?

O trabalho de interpretação requer uma enorme concentração dos profissionais envolvidos. Apresentações com mais de uma hora de duração exigem dois profissionais para que possam se alternar, possibilitando o descanso mental necessário à manutenção da qualidade do serviço. No Brasil, essa norma - que é seguida em diversos países- é regulamentada pelo Sindicato Nacional dos Tradutores.*

No caso do serviço de acompanhamento, quantos intérpretes são necessários?

Se no acompanhamento houver pausas, o serviço poderá ser feito por apenas um intérprete. O cliente, no entanto, deve ser bem claro na descrição do serviço a ser prestado. Quando o trabalho exige mais de uma hora de atividade ininterrupta por parte do intérprete é necessário contar com um segundo profissional, para garantir a qualidade.

Qual a diferença entre interpretação consecutiva e simultânea? Em quais situações se aplicam melhor cada uma das modalidades?

Na interpretação consecutiva o palestrante fala por um período curto de tempo e espera que o intérprete fale no idioma de destino para retomar. Na interpretação simultânea, o intérprete traduz à medida que o palestrante fala. Para eventos com uma plateia pequena, a interpretação consecutiva funciona melhor, porém essa modalidade aumenta o tempo da reunião ou evento. Em eventos de grande porte, é indicada a interpretação simultânea.

Quais são os equipamentos necessários para tradução simultânea?

É necessário um auditório com cabine dotada de isolamento acústico. Os intérpretes trabalham com fone e microfone. Uma empresa de áudio trabalha para que a fala do palestrante seja transmitida para os fones de ouvidos usados pelos intérpretes e para que a versão traduzida pelo intérprete seja transmitida aos fones distribuídos na plateia.

Qual é a diferença entre idioma ativo e idioma passivo?

Normalmente, as línguas são classificadas em três categorias: A, B, C.

A língua materna de um intérprete é considerada seu idioma “ativo” ou língua A, alguns intérpretes falam uma ou mais línguas tão fluentemente que as consideram “ativas”. Quando um intérprete compreende um idioma perfeitamente, mas não o fala com perfeição, esse idioma é passivo, portanto sua língua C.

Língua A e B são normalmente as que os intérpretes dominam, e a língua passiva é considerada a língua C.

Ao realizar a sua busca no Catálogo, você vai perceber que os intérpretes listam apenas idiomas ativos, porém no perfil individual você poderá encontrar membros que trabalham com idiomas passivos ou língua C.

No caso de trabalhos que exigem deslocamento do intérprete, qual será no orçamento?

Em geral, as despesas com transporte, deslocamento, alimentação e hospedagem, quando necessárias, correm por conta do contratante. É necessário negociar caso a caso, conforme as especificidades de cada serviço a ser prestado.

Os intérpretes são especialistas em todas as áreas? Se não são, como se preparam para eventos técnicos?

Pede-se ao contratante o envio do máximo de informações sobre a palestra ou apresentação a ser traduzida previamente, para que o intérprete possa se preparar adequadamente. Em geral, é necessário de um a dois dias para que o intérprete possa estudar as terminologias.

Se necessário assinamos contrato de confidencialidade.

*O Catálogo é formado por intérpretes e tradutores de vários países que praticam tarifas diferentes e que são regulados por suas Associações e Entidades de classe.

TRADUÇÃO & VERSÃO

Como se calcula o preço da tradução escrita?

O orçamento de tradução é feito por palavra ou por lauda. Ao receber o documento a ser traduzido, o profissional realiza a contagem de palavras e calcula o preço a ser cobrado a partir daí. Os preços, bem como o cálculo das laudas variam de país para país.

Qual a diferença entre tradução e versão?

A tradução é feita de outro idioma para o idioma materno do tradutor. A versão é feita desde o idioma materno para outro idioma. O Sindicato Nacional dos Tradutores* sugere cobrar um pouco mais por uma versão em relação a uma tradução.

No caso de alterações do documento depois de iniciado o trabalho de tradução, como proceder?

O prazo de entrega do trabalho é renegociado conforme as alterações feitas e o valor final da tradução é reajustado levando em consideração apenas os trechos alterados no documento final. Para evitar possíveis contratempos, sugerimos que as alterações necessárias sejam feitas previamente, antes do material ser enviado para os serviços de tradução.

As traduções realizadas por profissionais do Catálogo são revisadas? Eles oferecem apenas serviços de revisão?

Sim, os profissionais do coletivo cadastrados no Catálogo oferecem além dos serviços de tradução, revisão dos textos.Oferecemos apenas serviços de revisão, ou serviços de tradução e revisão, visando sempre atender as necessidades de nossos clientes.

O que é tradução juramentada?

A tradução juramentada é feita por um tradutor público admitido em concurso e reconhecido pela Junta Comercial de seu local de residência. O tradutor juramentado possui um livro de registro onde inclui uma cópia de todos os documentos traduzidos. A tradução juramentada tem valor de documento para ser reconhecido como tal fora do território nacional.

Contratos devem ser traduzidos por tradutores juramentados?

Para que a versão traduzida do contrato tenha validade de documento nos países que têm o idioma de destino como idioma oficial, a tradução juramentada se faz necessária.

Qual o papel do tradutor público?

É o profissional devidamente habilitado em dois ou mais idiomas e com registro profissional no país onde exerce seu ofício.

No Brasil, os tradutores públicos são nomeados mediante concurso público e inscritos na Junta Comercial do Estado onde residem, ou matriculado no Colegios de Traductores Públicos, no caso da Argentina. Por lei, somente pessoas físicas podem exercer a função de tradutor público, seja para traduzir documentos ou atuar como intérprete, traduzindo oralmente quaisquer declarações prestadas em juízo, que necessitem de validade legal.

*O Catálogo é formado por intérpretes e tradutores de vários países que praticam tarifas diferentes e que são regulados por suas Associações e Entidades de classe.

Busca por idioma

Inglês Espanhol Francês Alemão Italiano
Polonês Japonês Árabe Russo Libras e AD